“Come on Superman, say that stupid lines”

Grito. Corro. Corpo. Caio. Paro.

Já tentei, já falei, já cantei, já mostrei.

Mas você não vê. Fede, mas você não sente. E agora eu já nem sei como lutar, ou pra onde ir.

Sei que se falo, destruo. Sei que se calo, inflamo.

Ir é o melhor a se fazer. Ficar é o mais gostoso. Ir é salvar-se, mas é também suicídio. Ficar é matar-se, mas é um último gozo.

Você teme a Pangeia do fim. Eu temo o tédio. Eu busco a paz, você a tsunami.

Eu, que sempre voei tão alto, agora estou preso no chão. Eu, que sempre fui tão forte, fico aqui sentindo a tonelada que pesa as roupas que uso.

Porque você é Kriptonita. Mas por quê?

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Iury Figueiredo’s story.