O que estamos fazendo com nossas vidas?

Ultimamente tenho pensado muito sobre a vida. Infelizmente, tenho percebido que as críticas são mais frequentes do que os elogios. E por que? Ainda estou me perguntando, todos os dias, porque, tenho mais críticas do que elogios a nos fazer.

Hoje, assistindo o primeiro episódio da terceira temporada de Black Mirror, acabei por perceber (ou ser induzido a tal), que damos uma importância gigante a parecer bem, principalmente quando falamos por fotos.

Tenho certeza que terão aqueles que irão falar, mas qual a graça de tirar uma foto, se for para mostrar coisas ruins?

Você acessa as suas redes sociais, todos os dias para saber como andam as coisas ai fora e tenho certeza que assim como eu, já deve ter percebido que, raramente irá ver uma foto mostrando alguma coisa que não seja felicidade, certo? Um monte de pessoas com fotos lindas, com filtros perfeitamente aplicados, mostrando sorrisos, alegrias e belas frases motivacionais.

E já se perguntou porque temos essa necessidade de mostrar que somos felizes? Ou, que estamos felizes? Seria apenas para deixar nossa consciência mais tranquila e para mostrar aos outros que somos apenas felizes, ou para escapar da necessidade de lidar com as críticas?

Todos temos problemas, todos temos sofrimentos (mesmo que internos) e parece que gostamos de fingir que não temos. Seria medo de parecer mais fraco? Ou, de ser tachado de infeliz? Seria medo de ser deixado de fora do grupinho?

E se alguém te critica? Qual é a sua reação? Provavelmente não gosta né. Sim, lógico, isso é natural. É natural não gostarmos de ouvir coisas ruins, ainda mais, quando são sobre nós. Mas quem te disse que criticas são ruins? Mesmo aquelas que parecem ruins?

Tenho medo, medo de que estejamos nos tornando seres humanos que não aceitam mais ouvir a verdade e que por isso, transformam-se em algo que não são, para não precisar lidar com a crítica.

Like what you read? Give Ivan Wilhelm 🏳️‍🌈 a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.