★★★★☆

Image for post
Image for post

O novo filme de Naomi Kawase, baseado na obra de Mizuki Tsujimura, conta uma história relacionável e universal sobre duas mães, uma adotiva e outra biológica, interligadas pela vida de uma criança, e os desafios parentais que isso carrega.

Satoko (Hiromi Nagasaku) e Kiyokazu Kurihara (Arata Iura), os pais adotivos de Asato (Reo Satō), uma criança com 5 anos, vivem uma vida feliz e cuidam impecavelmente do seu filho, com especial detalhe exibido nas pequenas tarefas como lavar os dentes ou caminhar cautelosamente para o infantário, assim como o cuidado ao lidar com situações complexas como acidentes no recreio envolvendo o Asato. …


Image for post
Image for post
Via ‘Olhares do Mediterrâneo’

Com o arranque dos ‘Olhares do Mediterrâneo’ na plataforma online FILMIN, o oitobits apresenta três sugestões de filmes ibéricos: ‘Sonder’ e ‘Teus Braços, Minhas Ondas’, dois filmes portugueses que fazem parte de uma secção criada exclusivamente para projetos escolares, intitulada ‘Começar a Olhar — Filmes de Escola’, e ‘Cocodrilo’, de Espanha, que integra a Competição Geral de Curtas Metragens.

Para acessos poderão consultar esta página.

Sonder

★★★★☆

Sonder, um projeto de Ana Monteiro, da Escola de Tecnologias, Inovação e Criação de Lisboa (ETIC), é uma curta-metragem muito original, que acompanha a rotina de diferentes jovens que coexistem na mesma cidade, Varsóvia. …


Image for post
Image for post
Via ‘Olhares do Mediterrâneo’

Mesmo com todos os desafios que enfrenta, a 7ª edição dos ‘Olhares do Mediterrâneo — Women’s Film Festival’ arranca amanhã (dia 25) no Cinema São Jorge, e continuará até Domingo, dia 29, exibindo 8 longas e 3 curtas-metragens, a maioria em estreia nacional.

Devido às novas restrições de circulação implementadas para os próximos fins-de-semana, o Festival irá projetar filmes apenas no Sábado e no Domingo de manhã, no entanto, e apesar das projeções no Cinema São Jorge serem apenas uma pequena parte do conjunto de 55 filmes programados para a edição deste ano, será possível assistir ao restante conteúdo através da plataforma FILMIN Portugal, de 26 de Novembro a 10 de Dezembro. …


Image for post
Image for post
‘In The Land Of Morning Clam’ — Via ‘Olhares do Mediterrâneo’

Os ‘Olhares do Mediterrâneo — Women’s Film Festival’ não só vai além dos filmes, como procura ir também um pouco além da bacia mediterrânica, com produções conjuntas que demonstram o poder da colaboração de diferentes culturas, e o seu alcance artístico e universal.

Olhemos então para dois belos exemplos, com ‘In The Land Of Morning Calm’, um filme da Coreia do Sul escrito e realizado pela italiana Alessandra Pescetta, e ‘Boriya’, uma animação de Min Sung Ah produzida pela produtora francesa Marmitafilms.

In The Land Of Morning Calm

★★★★☆

‘In The Land Of Morning Calm’ (2019) conta a história de Miyeon, uma cantora coreana de Pansori interpretada por Song Jaeyun, que vive um momento ansioso na sua vida. …


★★★☆☆

Image for post
Image for post
Via Olhares do Mediterrâneo - Women’s Film Festival

O festival ‘Olhares do Mediterrâneo — Women’s Film Festival’ arranca já esta semana, com o novo filme de Teona Strugar Mitevska, ‘God Exists, Her Name Is Petrunya’, no dia 25, às 19h30, no Cinema São Jorge.

O novo filme de Teona Strugar Mitevska arranca com força e não procura fazer reféns. …


Image for post
Image for post

A 7ª edição dos ‘Olhares do Mediterrâneo — Women’s Film Festival’ é um evento especial que expande o conceito de cinema no feminino, promovendo além dos filmes, encontros e ações de formação com vista a refletir sobre desigualdades sociais, que se estendem por temas que vão do género aos direitos de migrantes e refugiados.

Com um forte apoio da Fundação Anna Lindh, os ‘Olhares do Mediterrâneo’ apresentam o projeto ‘Awareness and Empowerment’, que através dos debates característicos do festival, visa criar uma rede internacional de festivais de cinema no feminino, e promove o cinema como alavanca para mudança social.

Este conjunto de encontros é o resultado de uma colaboração entre o CRIA (Centro em Rede de Investigação em Antropologia) e 7 festivais de diferentes países que se expandem pela bacia mediterrânica, e que incluem Espanha, França, Itália, Líbano, Marrocos, Palestina e Turquia. …


★★★☆☆

Image for post
Image for post

Nos dias de hoje ‘The Last House On The Left’ (1972) é conhecido como um clássico de terror de culto, não só por ser a estreia de Wes Craven na realização, mas devido à sua abordagem crua e realista da violência. Esta, quando transcrita para o grande ecrã incitou revoltas em salas de cinema e drive-ins por todo o mundo, com um conjunto frenético de reações que passaram por vómitos, abandonos de sala, alegados ataques cardíacos, e tantas versões censuradas que a certo ponto nem o próprio Wes Craven saberia qual a mais completa do filme!

De todas as raivosas reações, nenhuma é mais marcante do que a audiência invadir a sala de projeção e roubar a película ao projecionista, gritando que um filme tão revoltante como este não deveria existir — já não se faz terror assim!


★★★★☆

Image for post
Image for post

AVISO: O CONTEÚDO QUE SEGUE PODERÁ FERIR A SUSCETIBILIDADE DE ALGUNS LEITORES.

Baseado no manga com o mesmo título, de Hideo Yamamoto, Ichi The Killer é um violento clássico de culto realizado por Takashi Miike, um dos mais prolíficos e lendários realizadores de sempre, numa época em que o mesmo já nos havia apresentado épicos como Audition e Dead Or Alive. …


No terceiro dia do festival, foi exibido ‘First Love’, uma noite louca Yakuza realizada por Takashi Miike.

Image for post
Image for post

‘First Love’ (2019) é um belo exemplo de como a quebra de barreiras de género enriquece a criatividade cinemática, uma característica comum no cinema japonês, e por extensão, no cinema asiático. O 104º filme de Takashi Miike apresenta uma história inclassificável, sendo uma obra com uma rica dosagem de comédia, drama, thriller, ação, crime, suspense e terror gore, que se apresenta primariamente (e o nome sugere) como um romance.

Leo Katsuragi, interpretado por Masataka Kubota (Diner — Motelx 2019), é um pugilista sem espírito ou ambição mas com todo o talento do mundo, cuja jornada de vida dobra-se inesperadamente quando descobre, após desmaiar no ringue, que tem um tumor inoperável no cérebro. …


Do slasher ao paranormal, da comédia ao thriller, do terror social ao político, o Motelx trás, uma vez mais, o melhor do cinema de terror num cartaz brilhante, épico e diferenciador!

Image for post
Image for post

Este ano, em consequência da atual pandemia, a logística será organizada de acordo com as diretrizes da DGS, o que implicará medidas tais como, lotação reduzida a 50% e espaçamento entre lugares; uso obrigatório de máscaras nas salas e restantes espaços fechados; disponibilização de gel desinfetante e limpeza das salas após cada sessão; circuitos destacados para entrada e saída; bilheteiras equipadas com barreiras de proteção e organizadas de modo a evitar filas, e proibição de entrada nas salas após o início das sessões.

About

Ivo Nunes

Freelance Journalist at oitobits | Film Reviewer | Aspiring Filmmaker and Writer

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store