Anotações sobre MVP

Essa imagem é, se não em engano, a imagem mais famosa sobre MVP que se tem notícia.

Acho que de tanto olhar pra ela eu acabei questionando umas coisas e gostaria de compartilhar.

Vamos lá e, por favor, lembre-se que isso aqui é manifestação de pensamento e não da verdade! Te convido a criticar se desejar debater.

Qual a sequencia de MVP’s correta?

Todo mundo responde prontamente que a segunda parte dessa imagem, a “like this”, é a correta, mas sobre essa certeza que todo mundo tem eu pergunto: Como ter certeza sem saber o contexto?

Uma hipótese: as pessoas desejam um meio de transporte que atenda suas necessidades e combine com suas crenças.

Digamos que a hipótese/contexto seja essa: “as pessoas desejam um meio de transporte que atenda suas necessidades e combine com suas crenças”.

Sob a perspectiva dessa hipótese a primeira sequencia parece loucura. Apostar que o único meio de transporte que combina com as crenças das pessoas é o carro, ou ainda, que somente o carro atende as necessidades das pessoas é, no mínimo, ignorar outras possibilidades.

Agora, a segunda série de mvp: skate, patinete, bicicleta, motocicleta, carro… uma escalada de experimentos, cada um deles entregando um mínimo produto viável que testa a hipótese e consegue destilar o mais importante: conhecimento sobre a hipótese. Essa é a série de mvps corretos, tenho certeza.

Mas a imagem, sozinha, não deixa a hipótese clara, não há cabeçalho dizendo qual a o esta sendo testado, então vou trocar a hipótese para, vejamos: “as pessoas procuram por um carro mais barato, seguro, e pequeno para uso no transito das grandes cidades”.

Testando o gráfico contra sob hipótese diferente: As pessoas procuram por um carro mais barato, seguro, e pequeno para uso no transito das grandes cidades.

Sob essa hipótese, elaborada sobre uma diversificação do conceito de carro fica meio difícil sustentar que começar por um skate é um mvp valido. Concorda?

Agora, seria difícil defender que o gráfico da sequencia: roda, eixo + rodas, carro completo como uma sequencia de mvp’s. Seria mesmo?

Na minha opinião, ele é totalmente valido, mas isso é só a opinião de alguém que ainda ta aprendendo o que é MVP, porém, eis meus argumentos.

Definir a hipótese baseada em um produto (um carro diferente) e não em uma ideia de cliente(desejo de transporte correto e viável) coloca a hipótese dentro de um mercado existente. Já existe toda uma indústria de carros.

Se a indústria existe, também ja existe o cliente.
Se a indústria já existe, o relacionamento entre produtor e consumidor já estabeleceu o “mínimo esperado”.
Se já existe um mínimo esperado, existe uma barreira de entrada.

Barreira de entrada é quando cliente e fornecedor estabeleceram um mínimo esperado por seu relacionamento. Isso, no caso da indústria automobilística significa um carro.

Se você entra na indústria automobilista, que vende carros, sem um carro para vender, então os clientes não estarão interessados em seu produto, seja lá qual for, por que quando eles procuram por essa indústria eles esperam um produto qualquer que possa ser reconhecido como um carro.

Criar uma barreira de entrada é o sonho de toda startup com produto disruptivo. É pena que as vezes se esquece que além da capacidade de criar uma barreira de entrada é importante ser capaz de superar a barreira de entrada existente.

Se você se posiciona em um mercado, voce deve ser capaz de superar a barreira de entrada desse mercado ou você não vai existir. Seu produto será invisível até que esse ponto seja atingido.

Então a empresa precisa primeiro atender esses requisitos, para depois adicionar os valores que a diferenciam.

Voltando a imagem, eu penso a sequencia de roda, eixo e então carro completo como esses 3 mvp’s:

  1. Um pneu pode ajudar na economia de recursos naturais sendo eco-friendly? Melhorando uso de combustível, menos borracha, um processo com menor pegada de carbono? Vamos primeiro focar no pneu e testa-lo nos veículos da indústria pra ver se melhoramos a performance do que já existe.
  2. Um conjunto eixo + rodas pode criar uma relação de peso, trazer mais segurança e ocupar menos espaço no transito? Vamos criar esse eixo e usar pista de teste para ver se conseguimos isso?
  3. Agora que temos um ótimo pneu, um ótimo conjunto de eixo e rodas que valorizam os valores que queremos como diferencial e que os potenciais clientes gostariam de ter em seus carros atuais: Como seria o acabamento ideal para os clientes que queremos atingir?

Eu creio que essa seria uma maneira valida de estudar diferentes hipóteses enquanto trabalha para quebrar a barreira de entrada de um mercado.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.