Não te culpo pelo fim, o caminho que tomamos foi escolha minha. Eu te peguei pela mão e te levei até a saída.

A questão maior é, eu tenho feito isso com frequência demais pra ser considerado uma normalidade.

A pulsão me leva a querer a tua companhia, o desejo físico sobrepõe aquilo que a razão retrai, pensava em você como um oásis que mataria os desejos da minha pele. Creio que todo o sentimento é superficial quando se tratado apenas da carne e ai esta o meu defeito.

Eu guardo a profundidade dos meus amores de tudo aquilo que não acho digno e ultimamente, nada é digno de conhecer a rotina romântica que em mim habita. Assim me frusto, mergulho em decepção e melancolia e até mesmo isso eu tento esconder.

Assim, te levar pra saída foi fácil demais ao olhos leigos, inclusive os seus.

Iza

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Iza’s story.