Quem decide?

Nós não temos o poder de decidir quem vamos amar e nem quem vai nos amar de volta. Possivelmente essa impotência faz do sentimento a luz, o farol, a loucura química que abala o físico. A impotência da escolha e a certeza de saber que não importa o quão ideal você busca ser e que os resultados podem nunca chegar próximos do esperado, te colocam na armadilha do estar presente, do deixar partir e voltar a buscar algo que não se encontra mais em suas mãos. A vida e seu mercado de sentidos e sentimentos, da luz que causa a sombra e da sombra que te faz ir em busca da luz novamente. Não faz sentido, mas aquece, coloca riso e choro no rosto… E assim seguimos. It´s deep, it´s hard but not perfect. And maybe, that´s why we need all this everyday, every time. Looking forward for life.
Show your support

Clapping shows how much you appreciated Jacidio’s story.