Principais investimentos conservadores dos EUA por Ricardo Oliveira

Jacson Sanders
4 min readJul 3, 2024

--

No mundo das finanças, os investimentos conservadores são procurados pela sua estabilidade e fiabilidade, especialmente em tempos económicos incertos. Ricardo Oliveira, um especialista financeiro experiente do Praetorian Capital Group, construiu uma reputação pelas suas percepções sobre investimentos conservadores nos EUA. Este artigo explora alguns dos principais investimentos conservadores dos EUA recomendados por Ricardo Oliveira, fornecendo orientações valiosas para quem procura salvaguardar os seus ativos e alcançar um crescimento constante.

Compreendendo os investimentos conservadores

Antes de mergulhar nas recomendações específicas de Ricardo Oliveira, é fundamental compreender o que constitui um investimento conservador. Os investimentos conservadores normalmente oferecem menor risco e retornos mais estáveis ​​em comparação com investimentos agressivos. São ideais para investidores que priorizam a preservação do capital e buscam um crescimento constante, ainda que modesto.

Títulos do Tesouro

Uma das principais recomendações de Ricardo Oliveira para investimentos conservadores nos EUA são os títulos do Tesouro. Esses títulos garantidos pelo governo incluem títulos do Tesouro, notas do Tesouro e letras do Tesouro. Eles são considerados alguns dos investimentos mais seguros porque são respaldados pela plena fé e crédito do governo dos EUA.

Notas do Tesouro: Com vencimentos de 2 a 10 anos, as notas do Tesouro oferecem um equilíbrio entre flexibilidade de curto prazo e segurança de longo prazo. Eles reembolsam o princípio no vencimento e pagam juros semestralmente.

Letras do Tesouro: São títulos de curto prazo com vencimentos que variam de alguns dias a um ano. Embora não paguem juros, são vendidos com desconto e o investidor recebe o valor de face no vencimento, o que os torna um local seguro para guardar dinheiro por curtos períodos.

Títulos corporativos de alta qualidade

Ricardo Oliveira também recomenda títulos corporativos premium como um investimento cuidadoso. As empresas vendem títulos corporativos, que são produtos de dívida, para levantar capital. As obrigações emitidas por empresas respeitáveis ​​e bem geridas são, no entanto, consideradas bastante seguras, apesar de serem mais arriscadas do que os títulos do Tesouro.

Oliveira aconselha procurar títulos com alta classificação de crédito de agências como Moody’s ou Standard & Poor’s. Estas classificações indicam a capacidade da empresa emissora de pagar a dívida, com classificações mais altas refletindo menor risco. Os títulos corporativos de alta qualidade oferecem rendimentos mais elevados do que os títulos do Tesouro, proporcionando um equilíbrio entre risco e retorno.

Certificados de Depósito (CDs)

Outra excelente sugestão de Ricardo Oliveira são os Certificados de Depósito (CDs). Bancos e cooperativas de crédito oferecem depósitos a prazo chamados CDs, que têm uma taxa de juros definida por um período de tempo predeterminado. Eles são um investimento extremamente seguro porque são segurados pelo governo federal até US$ 250.000.

Os CDs têm prazos diferentes, variando de alguns meses a muitos anos. Laddering CDs, como recomenda Oliveira, envolve a compra de vários CDs com vários prazos de vencimento. À medida que cada CD vence, este método oferece liquidez e a oportunidade de reinvestir a taxas possivelmente mais elevadas.

Ações que pagam dividendos

Embora as ações sejam geralmente consideradas mais arriscadas do que obrigações ou CDs, Ricardo Oliveira destaca as ações que pagam dividendos como uma opção conservadora no mercado acionista. Essas ações pertencem a empresas bem estabelecidas com histórico de pagamento de dividendos regulares. O rendimento constante dos dividendos pode proporcionar uma proteção contra a volatilidade do mercado e aumentar o retorno global do investimento.

Oliveira recomenda focar em ações blue-chip, que são ações de empresas grandes, conceituadas e com sólido histórico de desempenho financeiro. Os exemplos incluem empresas em setores como serviços públicos, bens de consumo básico e saúde.

Fundos de investimento imobiliário (REITs)

Os Real Estate Investment Trusts (REITs) são outra opção de investimento conservadora endossada por Ricardo Oliveira. Os REITs permitem que os investidores reúnam seu dinheiro para investir em imóveis comerciais, como edifícios de escritórios, shopping centers e complexos de apartamentos.

Os REITs oferecem diversas vantagens para investidores conservadores. Eles proporcionam rendimentos regulares por meio de dividendos, que são gerados a partir das receitas de aluguel dos imóveis que possuem. Além disso, os REIT são obrigados por lei a distribuir pelo menos 90% do seu rendimento tributável aos acionistas, tornando-os uma fonte de rendimento fiável. Oliveira sugere focar em REITs com um forte portfólio de propriedades de alta qualidade e um histórico de desempenho consistente.

Títulos Municipais

Os governos estaduais e locais emitem títulos municipais, às vezes conhecidos como “munis”, como forma de arrecadar dinheiro para projetos de obras públicas. Para investidores em faixas fiscais mais elevadas, esta isenção de impostos estaduais e locais, bem como de impostos federais sobre o rendimento, pode ser favorável.

Ricardo Oliveira recomenda títulos municipais pela sua relativa segurança e benefícios fiscais. Embora apresentem algum risco dependendo da saúde financeira do município emissor, os títulos municipais de alta qualidade de governos estáveis ​​oferecem uma opção de investimento conservadora.

Fundos do mercado monetário

Para quem procura liquidez e segurança, Ricardo Oliveira aponta os fundos do mercado monetário como uma opção viável. Os fundos do mercado monetário investem em títulos de curto prazo e de alta qualidade, como títulos do Tesouro, certificados de depósito e papéis comerciais. O seu objectivo é manter um valor patrimonial líquido (NAV) estável de 1 dólar por acção, proporcionando um local seguro para guardar dinheiro com potencial para retornos modestos.

Conclusão

A experiência de Ricardo Oliveira em investimentos conservadores nos EUA, apoiada pelos recursos do Praetorian Capital Group, fornece um roteiro para investidores que procuram estabilidade e crescimento constante. Desde títulos do Tesouro e obrigações empresariais de alta qualidade até ações que pagam dividendos e REIT, as recomendações de Oliveira oferecem uma abordagem diversificada ao investimento conservador. Seguindo a sua orientação, os investidores podem construir uma carteira robusta que equilibra segurança e desempenho, garantindo que o seu futuro financeiro esteja seguro.

--

--