/ Geração Fast Food /

Antigamente Deus falava pelos profetas, com a vinda de Cristo Ele fala através de seu filho, ao qual é sua imagem e semelhança e veio nos ensinar como nos relacionar com o Pai como também a viver e aplicar todos os ensinamentos e a lei deixada pelos profetas.

Ao Pai criador e que ama a justiça e odeia a iniquidade (Hb 1:9), foi ele que firmou os fundamentos da terra, criou cada algodão do céu (hb 1:10) e os ingredientes da Nutella (essa parte acrescento eu hehe). Mas o que muitas vezes esquecemos ou até mesmo desconhecemos é essa soberania desse Deus, vivemos como a geração Coca-cola a procura do momento feliz e esquecendo da eternidade e do Deus que não muda.

Mas tu és o mesmo, E os teus anos não acabarão. (Hb 1:12)

Não podemos olhar para esse verso e agirmos indiferentes, Ele é o único o EU SOU, o verbo que jamais ficará no passado. Ele É e nunca será Ele ERA. Deus é o Antecedente, porque Ele é, nos somos e tudo mais é (A.W. Tozer). Saber disso também nos leva a entender que não existe uma forma contemporânea de se relacionar com Deus, ou que os dias atuais e a cultura fast food mudou Deus. Não.

O homem que quiser conhecer a Deus deve dar-Lhe tempo. (A. W. Tozer)

Por isso, que nossa agenda seja revista. No que estamos investindo nosso tempo? Qual é os compromissos que preenchem mais nossos dias? Assim devemos nos entregar as antigas formas que sempre foram as mesmas de relacionamento com o EU SOU, o imutável e eterno, as quais são: — meditação e horas de oração a fio (que os profetas faziam e Cristo também nos ensinou), mas essa parte esquecemos.

Desafio #1capitulopordia — Hebreus 1