[ Elegia da quase voz ]

Tenho só

Um risco a traçar na dor

Que fia o fim daquele amor

Intenso que já existiu

Clara vez

Verdade de uma ilusão

Que entranha dentro ao coração

Propenso a estourar

Uma duas três quatro

Talvez possa aguentar

Das tristezas infindas

Da separação

Nas certezas profundas

Da confirmação

Do que então terminou

É assim

O peito a falar por nós

Na rouca e fraca quase voz

Bom senso afinal

Deixa estar

Cada caminho vai seguir

Ainda que não há um existir

Consenso de acabar

SP. 26/07/2017

©Jean Boëchat

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.