Demais

De uma forma ou de outra eu estou só, um vazio inexplicável. Os humanos tem essas manias de colocar a culpa em outros, de não admitir suas naturezas loucas, falhas e complicadas. Acabam acreditando que seus vazios são causados por outros. Eu não.

Sou como aqueles realistas quebrados, que conhecem sua natureza tortuosa. Sempre fui desses. Não coloco a culpa em terceiros, nem em mim, só vivo para aceitar essa minha natureza e me pergunto por que, dentre tantos nesse mundo, logo eu sinto demais.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.