A Internet é um eterno Supertrunfo

Você faz um texto, escreve um post do Facebook ou escreve um tweet sobre um assunto qualquer. Quantos segundos vão se passar até que o primeiro jogador de Supertrunfo apareça?

  1. O Supertrunfo de Tragédia:

“ Se dói pelas mortes de um furacão em outro país mas ignora mendigo na rua!!!!” — aparentemente os jogadores de Supertrunfo tem uma séria ligação emocional com as exclamações.

2. O Supertrunfo do Primeirista.

“Legal, mas eu vi antes no _______”

“Old News(!!!!)”

3. O Supertrunfo de feriado

“Que ridículo comemorar Halloween! Não conhece nada da cultura brasileira e fica pagando pau pra gringo!!!!!”

Tira de Ricardo Coimbra

4. O Supertrunfo da Música

“Molejo > Beatles” — e todas as suas variáveis, irônicas ou não.

5. O Supertrunfo da Insegurança

“O meu é maior que o seu”

Na última semana assisti de camarote um grupo dedicado a GIFS com mais de 5 mil pessoas começar a reprimir o seus usuários por “repost”. Por que é claro, todo mundo já viu tudo no mundo, senão perdeu no Supertrunfo de GIFS.

Acho que até aqui você já entendeu e até deu uma risada lembrando de algum acontecimento específico.

Mas comece a prestar atenção em quantas vezes você consegue discutir um assunto sem obrigatoriamente compará-lo a outro.

Será que a gente está mesmo disposto a discutir e ouvir o lado do outro ou apenas se sagrar vencedor de mais uma rodada?

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.