Falsa solitude

Não vou obscurecer o quanto os dias estão se tornando mais difíceis

e o quanto a solidão vem me consumindo por partes

Eu não consigo ao menos enganar meu subconsciente com a fragil ideia de que

Me ter como única e pura companhia é uma dadiva.

E nem me sinto errado por não me condenar com esta assertiva

a verdade é que eu não consigo me amar

mas espero tanto amor dos outros, de qualquer um disposto

que a ausência toca minha alma como se arrancasse-a

a verdade é que eu não acho que eu tenha que gostar de mim primeiramente para

receber algo alheio, eu não consigo, não o sei fazer, e não sou fraco por isso

e não sou errado por esperar nas relações encontrar uma felicidade e um amor próprio

todos nós somos dependentes de relações, psicológicas, carnais, amorosas

Eu não consigo mais obscurecer o fato de que não sou autossuficiente

me faltam tantas partes que algumas até desconheço

o desabafo é verídico e minha mente nunca foi tao realista, esta também está cansada

e diariamente luto com e contra muitas coisas, luto contra a saudade devido ausência

luto para manter cada uma das relações mesmo que hoje sinta que nenhuma delas necessite

mesmo que a outra parte não a queria, e não há reciprocidade aqui

só meu desespero para manter pessoas por perto e manter falsas presenças

não vou obscurecer o fato de que me sinto sozinho, de que solitude me é falacia

e de que estou exausto de buscar manter algo onde não há nada

pelo simples e único fato de não ter escolha.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.