A mineração de Bitcoins vale a pena?

O que é minerar?

“Minerar” é o apelido dado ao ato de executar uma parte do sistema descentralizado do Bitcoin que confirma e liquida as transações. Esse trabalho consiste em agregar essas transações em um bloco e o “assinar” digitalmente. Essa assinatura é um processo bem trabalhoso, feito com tentativa e erro, e toda a rede leva em média 10 minutos para realizá-lo. O minerador que consegue fazer isso, ganha alguns bitcoins (12.5 atualmente).

#Comofas?

Cada criptomoeda pode ter um algoritmo de mineração diferente. Algumas podem ser mineradas em computadores genéricos (CPU), outras precisam de placas gráficas (GPU) e algumas, como o Bitcoin, só podem ser mineradas com equipamento especial (ASICs).

Vale a pena?

Normalmente, a mineração gasta muita energia elétrica (o que a deixa pouco lucrativa no Brasil), exige um investimento alto e é muito complicada para leigos. Por isso ela é um trabalho que não vale a pena para a maioria das pessoas. Além disso, a empreitada não é das mais vantajosas. O horizonte pro break-even costuma ser de quase 1 ano e o lucro não dura muito tempo, pois logo a dificuldade da mineração aumenta e seu equipamento fica defasado.

Existem programas que facilitam todo esse processo, mastigando tudo e já te indicando a moeda mais vantajosa, como estes:

Baixe o minergate e faça as contas para ver se vale ou não a pena.

E mineração na nuvem?

É muito fácil criar um site na web dizendo que é minerador e que aceita investidores. Para provar que está minerando, a empresa precisa mostrar os blocos que minerou marcados com a identificação dela. Mesmo empresas que estejam funcionando em grupos de mineradores (pools) podem publicar os seus blocos ou mostrar as transações com os pagamentos da pool.

Portanto, é possível que qualquer site que não mostra essas informações seja um esquema fraudulento. Golpes desse tipo são comuns e já vimos muita gente perder dinheiro.

Mesmo que o site seja idôneo, a mineração, pelos motivos citados acima, não dá muito retorno. É comum que os pagamentos sejam baixos e que no fim das contas a taxa de transação para sacá-los leve embora grande parte do lucro, senão todo ele.

E se o site pede afiliados e os planos tem o formato “quanto mais gente você colocar no esquema, mais você ganha”, isso é golpe da pirâmide.


Last but not least, agradeço ao Narcélio Filho, membro do grupo Bitcoin Brasil por ter redigido o conteúdo acima. Só tive o trabalho de formatar uma coisa ou outra e encher de GIFs. Você pode encontrar o Note original aqui.