Carta aberta ao meu irmão

Oi.
Meu nome é Jaqueline. Tô chegando aos 28, sou mãe e nós somos filhos do mesmo pai.

Eu só sei que teu nome é Lucas. Acho que temos quase a mesma idade. Creio que ainda moramos longe um do outro e que você também sabe que existo.

Sabe, nosso pai meu criou bem e eu sinto muito, do fundo do meu coração, que você não tenha convivido com ele por todos esses anos. Não que ele seja fácil de conviver, porque não é. Mas é que acho muito injusto o fato de você não ter crescido ao meu lado.

Eu não me lembro de ter pedido um irmão. Nunca. Mas soube que fazia questão de ter você comigo assim que tomei conhecimento da sua existência.

Queria saber se nós nos parecemos, se seríamos o tipo de irmãos inseparáveis ou daqueles que vão brigando no carro durante toda uma viagem. Queria saber se te contaria segredos e você brigaria com seus amigos por ter ciúmes de mim.

Me peguei tantas vezes pensando se passaríamos um aniversário juntos, ou um fim de ano, um almoço de domingo que seja. Se nossa gargalhada é parecida e se você chora por qualquer coisa como eu.

Desde que sei que você existe, penso em ti todos os dias. Nem que seja por uma fração de segundo, você tem um espacinho só seu na minha vida. Geralmente me pego querendo saber como você é, o que você faz, se você tem um novo pai legal, que te ama da forma que você merece.

Dizem que sou a cara do papai, mas eu não acredito muito. Na verdade não pareço nada com ele e gosto disso. Não me pareço com a minha mãe tambem... nem com ninguém da família. Quando me sinto tão sozinha no mundo, me lembro que você tá por aí.

Tentei de encontrar, mas não consegui. Então quero que você saiba que estou aqui, que penso em você e que uma das minhas maiores vontades é sentir seu abraço. Quando tu se sentir sozinho, saiba que você tem uma irmã, em uma cidadezinha sem graça no interior, que quer seu bem, todos os dias, há uns 13 anos.

Te cuida. Amo você.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.