Complacência Servil

Hoje eu acordei, acordei e não abri os olhos, mas mesmo assim olhei em volta. Tudo como eu havia deixado na noite anterior, pelo menos assim espero. Mesmo que eu não queira, mesmo que eu não preste atenção, por aqui é sempre tudo igual.

Despertei com a sensação de não estar aqui, talvez por isso a relutância em abrir os olhos, hoje eu não quero ser eu, hoje não sou eu ! Hoje não é o meu dia! virei pro lado, cobri a cabeça, desliguei o despertador, mas isso não resolveu os meu problemas, Coragem! O desafio do dia é não ser eu, portanto não farei nada que me dê prazer, hoje só faço o que não gosto !

Abri os olho bruscamente, li “ELEMENTAR” em letras garrafais escrito na parede como se fizesse sentido, sentei na cama, coloquei os dois pés no chão e dei o impulso com as mãos, estava em movimento :

  • Bom dia !

Penteei os cabelos, escovei os dentes, não tomei banho, isso seria de mais.

A sensação de deslocamento havia se dissipado, tudo nos eixos novamente. Afinal todo dia é isso, a vida consiste em seguir uma rotina miserável aonde tudo parece normal.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.