Trump e adjacências (por que eu acho que vem muito mais por aí…)

Embora tenha me impressionado o fenômeno eleitoral, não escrevi mais sobre o Trump. Procurei me informar

Também entrei em discussões quase infinitas (principalmente com meu amigo Ram Rajagopal) – mas tirei algumas conclusões, que gostaria de compartilhar

Não tenho todos os dados, nem ambiciono ter. Hoje li uma frase que me justifica nessa postura:

“Os amadores estão conquistando o mundo – porque os especialistas o destruíram.”

Troque “amadores” por outsiders. E troque “especialistas” por profissionais. (Essa frase *me representa*, como dizem. E a você?)

Voltando ao Trump, ao “populismo”, Brexit, João Doria, ameaça de Le Pen na França etc. e tal (por que eu acho que isso aconteceu – e por que eu acho que vai acontecer muito mais):

  1. A internet mudou o mundo

Para o bem e para o mal (OK, eu concedo)

Acontece que, hoje, as notícias circulam muito mais rápido

E as notícias ruins, você sabe, chegam mais rápido ainda

Isso nos leva ao segundo ponto:

2. As pessoas estão cansadas

Ou porque não têm emprego. Ou porque não têm dinheiro

Ou porque, às vezes, os têm – mas têm medo de perdê-los…

Afinal, por que o dinheiro/emprego está acabando? Ou, melhor dito: por que não se faz mais emprego/dinheiro como se fazia antigamente?

3. A economia estagnou – no mundo

Eu sei que alguém vai dizer: “Mas eu conheço gente ganhando *muito* dinheiro”

OK, eu também conheço

Mas estou falando da *média* das pessoas…

O fato de a economia mundial não crescer não é uma opinião minha – é um dado histórico

E de quem é a culpa?

4. As pessoas acham que a culpa é dos políticos

Ou porque “roubaram” muito. Essa conclusão é a mais fácil. E a Lava-Jato está aí para corroborar

Ou porque administraram mal. E os “anos Dilma” estão aí para provar. (Embora tenha gente que não queira enxergar…)

Ou porque estão há muito tempo no poder – Trump acusava Hillary de estar há 30 anos – e não fizeram “nada” (ou muito pouco) para mudar

Logo, o que as pessoas fazem?

5. Chutando o pau da barraca…

Junte desemprego, falta de dinheiro, economia estagnada (ou decrescendo), corrupção, má gestão e/ou falta de vontade política…

O que você acha que as pessoas vão fazer na hora de votar?

Acostumadas à velocidade da internet, as pessoas não vão mais sustentar o “establishment”

Usando, novamente, exemplos do Brasil:

Foram os políticos que deflagraram a Lava-Jato?

Foram os políticos que lideraram as manifestações?

Foram os políticos que produziram o impeachment?

Os políticos o votaram porque, caso contrário, iriam perder as eleições (como os que votaram “contra” perderam de fato)

6. Em outras palavras

As pessoas não querem mais “políticos profissionais”

As pessoas não querem mais sustentar o establishment

Alguém que queira mudar: vai defender a ordem vigente por quê? (Tem lógica?)

7. Descendo de cima do muro…

As pessoas não querem mais aquela postura “PSDB” diante da vida

“Ah, mas o PSDB não ‘ganhou’ as últimas eleições?”

Ganhou por falta de opção (e eles sabem)…

As pessoas querem alguém que diga o que pensa (mesmo não concordando 100% com o que é dito)

8. É forma e, não mais, conteúdo

É postura

É “atitude” (como dizem os jovens)

E as pessoas querem resultados

Pra ontem

Você vai me arranjar emprego ou vai ficar só justificando o desemprego?

Vai promover o crescimento econômico ou vai só justificar o não-investimento?

Vai colocar o Estado para trabalhar pela sociedade ou vai ensinar todo mundo a se dependurar nele (até que fique insustentável)?

9. Jogando o bebê fora (junto com a água do banho)

As pessoas não estão mais tolerando

Se tornaram intolerantes? Preconceituosas? Xenófobas? Homofóbicas? Misóginas? Misantropas?

Não adianta chamar as pessoas de “fascistas” agora…

Elas querem saber se vão ter trabalho. E se vão conseguir pagar suas contas…

Das minorias, a gente cuida depois, tá?

É a vez da *maioria* agora…

10. Democracia, lembra?

Like what you read? Give Julio Daio Borges a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.