A Conversa

Me conte todos os seus medos

Depois conte até sessenta e seis

Me conte todos os seus segredos

Depois reconte tudo outra vez

Não quero parar de ouvir você falar

Gosto de olhar teu sorriso constrangido

Não quero parar de me apaixonar

Por tudo aquilo que tu tens vivido

As palavras vão saindo de tua boca

E conquistando cada pedaço meu

Sem nenhuma exceção…

Me enxergo dentro de tuas pupilas

Em mim eu posso senti-las

palavra, plano e paixão!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.