Concreto

Depois de um pouco de mar

Te trouxe algo um pouco mais concreto

Pois não é tão fácil desenhar

Um texto de aço… Limpo e reto

Tijolos, concreto e vergalhões

Para erguer-te os pilares.

Colunas maciças de emoções

Alicerces de nossos lares

Depois de muito navegar

Entre o maquinário das obras

Te trouxe algo de sentimento

Sentimento, reto e polido

De um simétrico texto escrevido

Entre cal, poema e cimento…

Like what you read? Give Jeferson B. Cruz a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.