Aquela época em que fui sonambula

Gente, vocês por acaso tinham alguma dúvida que minha bizarrice sonífera não incluía umas voltas por aí?

Então, meu problema de sono excessivo vem desde muito pequena, mas até aí tudo bem. Ou eu era muito enérgica e queria mexer em tudo, quando aprendi a caminhar, ou estava no sofá dormindo. Polos bem extremos e que minha mão não sabia qual era o pior ou mais estranho.

Mas então, quando eu tinha uns 4 anos, pelo que me contam, aconteceu: eu comecei a ser sonâmbula. Daquelas que caminha, conversa, faz coisas normais, só que dormindo. E o episódio mais extraordinário da minha ~carreira~ foi quando eu e minha mãe e pai estávamos num hotel.

Todos estavam dormindo no mesmo quarto, uma caminha pra mim e uma de casal pra eles. Então, dormindo, eu levantei, fui até o banheiro, fiz o pipi noturno, apaguei a luz e abri a porta do quarto. E SAI ANDANDO. Diz minha mãe que acordou assustada com a luz do corredor e viu a porta aberta. Foi até ali e olhou pra fora e me encontrou andando no corredor. Tem ideia do quão creepy isso é, meu deus? Se eu tivesse uma filha assim, eu trancava ela num quarto só pra ela, só pra não ter que passar por isso. Imagina a cara da Dona Simone! E imagina o pensamento dela de: o que eu faço?

Isso, porque tem todo aquele misticismo por volta da pessoa sonâmbula, né? Alguns dizem que não se pode acordar a pessoa, outros dizem que é melhor manter ela conversando, e tem aqueles que ainda mandam colocar o ser debaixo do chuveiro frio.

Enfim, minha querida mãe me levou de volta pra cama e notou que meu sonambulismo tinha atingido um certo patamar. Depois daquilo, ela conta que sempre trancou as portas de casa e guardou a chave no quarto dela, pra evitar que eu saísse por aí, passeasse no elevador, essas coisas.

Lembro que na casa da praia da minha avó tinha uma cerquinha na escada que evitava que eu caísse abaixo se eu estivesse caminhando dormindo no corredor. Olha que família mais precavida, maravilhosos!

Lembro, também, de ter uma foto minha com uns 12 já no meio da sala de casa andando. Tipo, meus pais já começaram a zuar comigo nesse ponto né. Fotografar a guria ali andando do nada é pra matar. Mas isso é registro da funnyzice que é com todo mundo que me conhece.

Like what you read? Give A Jé dormiu a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.