Explicação básica sobre Nutrição de Leads.

Autor: Jennifer Souza.

Se você ainda tem dúvidas sobre essa parte importante do funil de vendas, continue lendo.

Potenciais clientes se inscreveram no seu site/blog e agora os dados/interesses das leads estão em suas mãos. O que fazer para que elas se interessem a continuar seguindo sua empresa e passarem para o próximo estágio do funil de vendas?

Nutrição de leads é uma ótima saída para você que busca fidelizar as suas leads e aumentar seu potencial de vendas.

Um estudo feito pela empresa americana Marketo mostra que pelo menos 50% das leads que uma empresa tem em sua base ainda não estão aptas para comprar.

É aí que entra a estratégia de marketing para conseguir reverter esse quadro e garantir que o seu investimento na comunicação automatizada gere fidelização para a aquisição de seu produto/serviço.

O que fazer?

Essa é a pergunta que mais passa na cabeça da equipe de marketing. Mas, se pararmos para analisar, não é um processo difícil.

As informações de contato e interesses das leads estão em suas mãos, agora é nutri-las para que não se descadastrem da sua base, correto?

De acordo com a segmentação, traçado o perfil do grupo em que tem interesses em comum, é hora de montar os conteúdos e fazer o planejamento visando maior aproximação da lead.

Frequências de disparos de e-mail marketing devem ser avaliadas, pois sabemos que de nada adianta mandar conteúdos todos os dias.

Leads que estão inativas. Como agir?

Esse é um ponto importante.

Na ânsia de conseguir novos possíveis clientes, vez ou outra alguma lead fica inativa e deixá-la sem contatar é um erro.

Muitas vezes, reativar uma lead traz boa possibilidade para engajamento, sendo assim, enviar conteúdos que consigam educar as leads sobre o que sua empresa se propõe a fazer talvez seja o estopim que faltava para a decisão de engajamento.

Como nutrir?

Partindo do princípio que você já tem as informações, a nutrição de leads se dará por e-mails tendo como base o seguinte (dicas importantes):

· Enviar e-mail segmentado que inclui temas baseados em:

Ø Área em que a lead atue ou o cargo que exerce

Ø Qual estágio ela está como consumidor

Ø Quais foram os conteúdos que ela interagiu ou chegou a consumir.

Ø Os conteúdos enviados devem responder à possíveis questionamentos/oferecer utilidade para as leads.

Ø De acordo com o mapeamento realizado, os conteúdos devem ser relevantes e oferecer soluções para os problemas que as leads estejam enfrentando.

E agora, que tal pôr em prática?

Boa Sorte!