Aquela menina gorda
Sirena M.
1895

Eu sou aquele nerd, cheio de espinhas, o carinha inteligente que toda gente admira, acha fofo e romântico, mas ninguém quer namorar.

Ah, Sirena, meus tempos de escola… foi ali que me diminuí, porque era menos impossível e mais fácil pro outro me carregar.

São dores diferentes, eu sei. Mas dores que hora ou outra havíamos de compartilhar.

Compartilho um coração. Esperando que o seu eu possa, pelo menos um pouco, acalentar.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.