Paixão

Surgiu de repente

Aquele navio

Contra a corrente

Tudo porta afora

Como se nada acontecesse

O silêncio por si só

Calava aquela noite

Tão calma, tão calmo

E a saudade

Cada vez mais forte

Só lamentos a esperar

Jamais assim seria

Viria ainda o pior

As más tentações

Os corações desesperados

Entrelaçados

Sem que se soubesse enfim

O que aconteceria

Um desejo proibido

Paixão constante

Que nunca se consumaria