Não acho que faça tanta diferença, pois ele não citou nome ou característica alguma sobre o lugar…
Jeniffer Yukie W. De Barros
1

Imagine que você foi estuprada. Depois disso, teve uma experiência SUPER difícil de superação ao transar com alguém após o ocorrido. Tudo isso é muito difícil pra você. Toda vez que você revive o trauma do estupro é muito doloroso (tudo isso que estou falando, eu vivi e vivo no meu cotidiano. Espero que você nunca tenha passado por isso, mas se não passou, talvez seja difícil pra você imaginar).

Um belo dia, você abre seu facebook e um texto contando sua história viralizou na internet. Você revive o trauma mais uma vez, não foi avisada de que aquilo seria escrito, exposto e jogado na sua cara. Sem consulta, sem aviso.

Como você acha que a garota se sentiu, caso não tenha autorizado o texto?

Faz muita diferença, sim! O trauma é imensurável…

Like what you read? Give Jéssica Silva a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.