Como a dificuldade de dizer não modifica toda uma vida?

Ei, amigo. Cá entre nós, dizer não para alguém e/ou alguma coisa, é muito difícil. E não adianta negar! O advérbio de negação tem uma intensidade imensa e vem cheio de consequências, algumas até boas, muitas vezes. E há quem tenha medo de enfrentá-las. Eu tenho.

Mas qual é o problema em dizer não? Por que a dificuldade é tão dolorosa? Dói lá no fundo da alma. Tanto para quem diz, como para quem escuta. Aqueles que se recusam (ou sentem repulsa) a fazer o uso da palavra sentem medo de desapontar o outro. Aí, consequentemente, passam a se martirizar para evitar desconforto nas demais relações.

Outro problema: ter medo de dizer não somente para não gerar desagrados, decepções, frustrações e demais, pode gerar uma má impressão. Assim acredita-se que tal pessoa sempre irá ceder quando preciso. Mas porque não? Porque não! Porque não se quer ou não se tem vontade!

É preciso colocar os pés no chão e parar de submeter-se a relacionamentos abusivos (falo de amizade, amores, trabalho e também família), onde apenas uma pessoa sai ganhando. É tempo de respirar, olhar fundo nos olhos e deixar o medo ir embora.

Dizer não pode doer e gerar certo desconforto, mas nada comparado ao sentimento de paz interior na alma e alívio quando se faz o que tem vontade.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.