Entrelinhas e olhares

Eu tenho uma mania. Eu gosto de olhar, gosto de observar, gosto de analisar. Será que analisar é o verbo certo? Não sei, talvez. Gosto de gravar cada detalhe das pessoas, porque cada pessoa é uma pessoa. Cada pessoa é uma história.

Algumas são tão interessantes que como com os olhos. Outras eu dou só uma olhadinha, daquelas que não tira pedaço. E tem outras, que às vezes, passam despercebidas.

Se eu concordo com o ditado “Um olhar vale mais que mil palavras”? Sim. Afinal de contas, o silêncio também é resposta.

Novembro/2014

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.