A Linguagem do Amor

Amor é a linguagem do coração

Apenas falada fluentemente

Por quem se permite essa sensação.

Amar não é apenas sentir

Também é se permitir

Assim como diz aquela canção:

“Saber amar

É saber deixar alguém te amar. ”

O amor é idioma universal

A mais bela linguagem corporal.

Pelos teus lábios vou a transbordar

Escorrendo entre os dedos,

Vai a minha mão a te acalentar.

Amor é sorrir

Se soltar do ruim

Simplesmente quando não é para ser, deixar ir.

Amor é mais que gostar,

Chega a ser ofensa, pois é maior que o mar.

Imensa.

Amor é extensão de infinito

É grande como uma galáxia inteira,

É você o dono do sorriso mais bonito.

Sorri a me ver, a menina arteira

Que balança o seu vestido florido

Com os pés descalços na areia.

Amar é te desejar

E te desejar não é pecar,

Pecado é desejar e não se declarar.

É tua camisa no meu corpo, desabotoada

Teu olhar que queima

Descobre que além de arteira ela é levada.

Amor são suspiros

Que dou quando tu começas a me dominar

Vai começando pelo pé do meu ouvido

Invadindo devagar.

Querido melhor que você não há, duvido.

Querido tu és o amor

Quando te imagino a me beijar…

Querido tu és o amor

Quando mesmo te longe sinto teu toque.

Querido tu és amor

Quando jamais te pertenci e me sinto sua mesmo assim.

Querido tu és o amor

A linguagem,

O não pudor,

A aprendizagem,

A ortografia inteira.