Já tô cansado, vê se me esquece. Não aguento mais esse estresse. E a minha prece, vai pra quem não tem paciência pra ouvir outra opinião. A brisa traz, a mente cresce, e na loucura se reconhece. A força que tem, a palavra, o bem, o poder de mudar a vida de alguém. Alguém que se entrega, alguém que quer trégua, da dor desse mundo e seus absurdos, viver no escuro me afoga em tudo.

Não tô aqui pra falar de mim, mas se puder, tente me ouvir, que o que sinto, você sente, da mesma forma ou diferente. Porque sentimento é sempre o mesmo, sei que é difícil, também tenho medo. Suas escolhas, suas raízes, ser fiel a si, aquilo que dizes.

É fácil de encontrar, difícil perceber.

Não tô quebrando a cabeça, a peça que encaixa, relação perfeita. O ar, o sol, luas e cometas. O universo e todas as suas facetas. A dança perfeita, a transa perfeita, todo sentimento vivi à espreita. E o mar acolhe a certeza de que essa vida é passageira.