Confissão

São João Maria Vianney, padroeiro dos padres. Sua festa é em 04 de Agosto.

Querido padre,

Desculpe-me por não lembrar do senhor em minhas orações. 
Desculpe-me por pensar que o senhor não precisa de orações.
Desculpe-me por tantas vezes criticá-lo pelas costas.
Desculpe-me por me achar mais santo que o senhor;
Eu, que não tive de abandonar nada pela Igreja.
Desculpe-me por nunca ajudá-lo quando pedes.
Desculpe-me por reclamar da demora da Missa.
Desculpe-me, enfim, por tratá-lo como um serviçal, não como um pai.

Obrigado, pai, por me acolher de volta à Santa Igreja.
Obrigado, pai, por não me deixar desistir diante dos meus tropeços.
Obrigado, pai, por ouvir pacientemente minhas confissões.
Obrigado, pai, pelos conselhos e pelo exemplo.
Obrigado, pai, por me abençoar desde meu batismo.
Obrigado, pai, por lembrar-se de mim em suas orações.
E por fim, obrigado pai, por trazer Jesus Cristo até nós em cada Missa.

Quando você ver um padre, diga: “Aí está aquele que me fez filho de Deus, que abriu as portas do Céu para mim através do santo Batismo; aquele que me purificou depois que eu pequei; aquele que faz minha alma frutificar.” (S. João Maria Vianney — Catecismo do Sacerdócio)

Deus te abençoe, Jesus Cristo o acompanhe e que o Espírito Santo o fortaleça. 
Que a Virgem Maria, S. José e S. João Maria Vianney encham teu coração de amor a Cristo e às almas.

Obrigado, pai.