Almartírio

Minha alma é burra e está totalmente perdida
Ela se deixou levar pelo mundo e foi corrompida
Estou gargalhando do ócio em que me encontro
Me olho no espelho e enxergo o pior dos monstros
Com meus próprios olhos vi que minha alma se retira
Estou aqui sofrendo as consequência dessa mentira
O ser humano é ganancioso e sonha em ser Midas
A mentira a que me referi é esta que temos, a vida

Peço que recuperemos a vontade de amar
Perdemos o que tínhamos de mais valor
A paz já fez parte do mundo e não vai voltar
A perdemos pra sempre e essa falta causa dor

Todos estamos destinados a morrer pela mão do capeta
Ele faz a cabeça do homem e este somente aceita
Somos criaturas imundas que fazemos crianças morrer
A guerra tira vidas e quem a criou fomos eu e você
Eu só aviso, não vim aqui pra salvar ninguém
Não adianta falar porque sei que não estamos bem
Corre atrás de sua alma, faça da sua vida uma caçada
Mas não corre com muita sede porque a pista tá molhada

Eu to escrevendo isso porque vivo sempre incomodado
Vocês não percebem nada, tem o pensamento quadrado
Eu não queria ser rude mas a vida me levou a isso
Eu não espero que você mude, meus poemas são seu siso
Vou te incomodar até você abrir seus olhos e acordar
Se Deus está em você não deixe nunca ele te julgar
Ele já tentou contato, você ouviu? Era mesmo Deus?
Eu convivo com meus problemas e você com os seus

Eu sou perdido e confuso com minhas crenças, um sofrimento eterno
Mas provavelmente o céu existe, porque já estamos vivendo no inferno

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.