UM POUCO SOBRE O TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO

Autismo hoje chamado de Transtorno do Espectro do Autismo — TEA se caracteriza por ser um transtorno do desenvolvimento no qual ocorre marcante prejuízo na socialização, aprendizado e comunicação. O autismo se enquadra nos transtornos invasivos do desenvolvimento (TID), condições caracterizadas por desvios ou atrasos no desenvolvimento de habilidades sociais e comunicativas.

Há um característico e constante prejuízo na interação social de indivíduos acometidos por este transtorno, aliado a alterações na comunicação, comportamentos estereotipados e limitação de interesses. Durante meados do séc. XX devido à incerteza a respeito da origem e natureza do autismo, este poderia ser causado por pais não muito próximos emocionalmente, surgiu a hipótese das “mães geladeira”, porém este termo foi quase totalmente abandonado. Uma referência na classificação ocorreu em 1978, quando Rutter elaborou uma definição baseada em quatro itens: 1) atraso e desvio sociais, 2) problemas de comunicação, 3) maneirismos e comportamentos estereotipados e 4) início antes dos dois anos e seis meses de idade.

As alterações sensoriais também são muito relevantes para a identificação do TEA, como o próprio nome menciona, há um espectro, há uma variedade de características associadas que afetam a pessoa como um todo.

Para se aprofundar mais no tema há diversos artigos acadêmicos que o abordam, como também outros meios com linguagem mais acessível, entre os quais destaco o canal Diálogos sobre TEA que traz informações importantes e, assim como este blog, está aberto ao diálogo para duvidas a serem tratadas.

Visite também http://caosmotico.blogspot.com.br para outros textos.

Like what you read? Give Marcel Lopes a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.