Paradigmas, Mudanças e Best sellers

As grandes mudanças de paradigmas, da forma como vivemos, experimentamos e observamos a realidade não começaram como um movimento de massas. Pelo contrário, foram sempre elites que as iniciaram. Indivíduos ou grupos de indivíduos que, nalguns casos, chegaram a ser marginalizados, discriminados, maltratados ou mesmo mortos.

Num mundo, numa era, em que as “grandes ideias, inovadoras e revolucionárias” se tornam best sellers e nada muda, o que pensar dessas ideias, dos seus criadores e veículos? O que pensar de nós, que as lemos e que, literalmente, as compramos.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.