Como desconstruir sua vida
Gustavo Tanaka
23617

O que mais me admira nos textos do Tanaka é que suas palavras pulsam em nosso íntimo, mas que não se convertem em expressão ou por medo do desafio (o novo), ou por falta de coragem mesmo (rupturas com o velho), o que são situações diferentes, embora no mesmo sentido. Quantos de nós, leitores, não vibramos ao ler simples palavras de libertação e encorajamento?

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.