OneZicaDv — De Olho No Maninho

OneDv

08/05/2010

Fotos: Leandro Furini

Texto: Joe Borges


Numa noite de quinta-feira, nossos heróis munidos de uma câmera fotográfica, dois flashes, um tripê e toda uma aparelhagem, se juntaram ao guerreiro das ruas, Everton Maninho para uma sessão de fotos pela região da Paulista e Sumaré. A noite começou tensa, Leandro Furini, Jonas Borges e Leo Fagundes chegaram à Blue Square, por volta das 22h para se encontrar com Maninho, mas este não estava por lá. Depois de ligações, skate noturno e muita espera, nosso convidado de honra chega ao pico e já nos indica um bom lugar para fazer a primeira foto da noite. De lá, nos dirigimos a uma velha transição caindo para a descida próxima à Avenida Sumaré, um lugar praticamente abandonado e de chão mais áspero que uma lixa de obra. Limpamos o pico e armamos a falcatrua toda. Aproximadamente meia hora de sessão, duas trombadas do skate com o tripé do flash e luz quase nula renderam um S/S Frontside Ollie de Maninho.

S/S Frontside Ollie

Da transição, nos dirigimos à tão querida Avenida Paulista, perto da região da Brigadeiro, onde fomos até a Nossa Caixa. Maninho ditou a missão. Excêntrico que é, fez dessa sessão um dia único. Logo chegando ao pico, que é um perfeito quarter com pequeno tranco no chão, registrou um F/s grind na transição. Coisa rápida.

F/S Grind

A partir de um certo momento, por volta da 1h e pouco da manhã, já estávamos exaustos e com certos problemas técnicos, como pouca bateria para os flashes e, para ajudar, o segurança de um prédio comercial não ajudou em nada na nossa missão, que era de registrar 3 fotos na noite. Chegamos no prédio e havia lá um gap grande vindo de uma lage e passando do jardim para o chão. Até montarmos a aparalhagem, o segurança já chegou chiando. Foi um blábláblá das duas partes: nós tentando convencê-lo e ele com aquela velha ladainha de segurança. Beleza, fomos embora bastante frustrados. Já havíamos feito duas fotos, mas ainda faltava uma, aquela foto. Porra, uma foto só.

Um velho conhecido nosso, esse foi o palco da terceira foto. Tendo deixado o carro numa rua próxima ao pico, fomos remando até a esquina da Peixoto Gomide com a Paulista, perto do famoso Wallride da avenida, quando Maninho avistou um hidrante. Não deu outra, voltou uns três Fakie Ollies pulando o obstáculo, que foram registrados na unha pela nossa produção limitada, já que só faltava ter que assoprar o flash pra ele funcionar.

Fakie Ollie

Glorioso, Maninho veio ver a foto, foi aí que o inusitado ocorreu. Ouvimos uma voz feminina, era uma mulher de preto sozinha andando na rua. Ela parou e perguntou se tínhamos um cigarrinho de artista, infelizmente estávamos apenas na missão fotográfica. Nosso galanteador máximo se aproximou da garota e já jogou todo seu charme das ruas sobre ela. Esta não resistiu e os pombinhos foram embora juntos pela Avenida, sumindo no horizonte abraçados. Maninho se despediu de nós em grande estilo. A sessão tardia rendeu, e muito. Cumprimos nossa missão, e pelo jeito, nosso convidado de honra também. Garotas, fiquem de olho no Maninho.