Sporting

Não é hábito escrever sobre futebol, é daqueles assuntos que não tem muita discussão, pois é bem pior que a política.

Mas escrevo para refletir sobre o que se passou ontem: segundo parece o Sporting ganhou 0–3 ao Benfica, fico muito feliz pois é o meu clube do coração, mas infelizmente há algo que me perturba: os líderes, sejam os presidentes, treinadores ou capitães. Sabemos que o futebol é um desporto de paixões, mas não pode ser ódios (eu sei que parece uma contradição, mas é o que eu penso). O Sporting ganho muito bom, fico imensamente feliz, mas não ganhou o campeonato, ainda espero eu, por isso calma e tranquilidade.

PS: apesar da vitória e de achar que o treinador teve um papel importante, nada disso muda na minha tristeza de como o presidente, populista, geriu o caso da saída de Março Silva, nem sempre ou quase nunca os fins justificam qualquer meios.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.