Como fazer seu primeiro Mapeamento Objeto-Relacional com Entity Framework

O Entity Framework é atualmente a principal solução de Mapeamento Objeto-Relacional do ecossistema .NET. Com ela conseguimos acessar diferentes bancos de dados com facilidade e, por meio apenas de classes, efetuar operações que normalmente iriam requerer a escrita de código SQL.

Antes de ver como utilizar o Entity Framework em seus projetos, no entanto, é importante que você saiba o que é ORM (Object-Relational Mapping).

ORM é uma técnica que consiste da conversão das classes da aplicação para tabelas do banco de dados e vice-versa.

Da mesma forma, também faz parte desse processo a conversão entre os objetos da aplicação e as linhas da tabela. Ou seja, enquanto no código trabalhamos com classes e objetos, esses são gravados e recuperados do banco de dados na forma de registros/linhas.

Quando efetuamos esse processo manualmente, cabe a nós ler as linhas e colunas da tabela e preencher objetos e suas propriedades. No entanto, no .NET Framework (assim como em outras linguagens) temos à disposição frameworks que se encarregam desse processo. Dessa forma, podemos trabalhar apenas com classes e objetos, sem escrever instruções SQL, e o framework faz todas as conversões necessárias para nós.

Agora que você conhece o conceito, é hora de praticar. No vídeo abaixo você aprenderá a instalar o Entity Framework em seu projeto e gravar dados no banco a partir de suas classes:

Quer saber mais? Confira esse post gratuito na DevMedia: Entity Framework: Como realizar seu primeiro Mapeamento Objeto-Relacional.