Sobre cuidar de si mesmo

Muita gente na minha vida não sabe, mas há um mês eu percebi que eu não aguentava mais segurar o touro na unha e procurei um psiquiatra. Esse palavrão PSIQUIATRA assusta muita gente e me deixava com muitas ressalvas. Faz 4 anos que faço terapia com uma psicóloga maravilhosa. Ela que me mostrou que minha “preguiça” e procrastinação vinham do meu transtorno de ansiedade dentre tantas outras coisas. A ansiedade é inerente do ser humano, mas quando ela te atrapalha a fazer certas coisas você precisa dar o alerta amarelo. Prestar mais atenção nos sintomas.

Eu me acostumei a viver (mal) com a minha ansiedade, então tudo sempre foi muito normal pra mim. Picos de euforia e depressão, mal estar, taquicardia, diarreia, um sono exacerbado (ao invés de insônia como algumas pessoas), fome, enjoo, esquecimento, stress, e dificuldade de prestar atenção não por déficit de atenção, mas por já estar 3 tempos a frente do que a pessoa estava falando. Até que aquilo começou a me prejudicar de forma profunda.

Sabe quando você está ansioso e dá aquele friozinho gostoso na barriga? Agora imagina um frio na barriga tão forte que vira enjoo e você vomita. Agora imagina sentir essa ansiedade até para sair de casa? Sim, eu estava tendo surtos de pânico.

Tá doente? Faz um esforço pra melhorar!

A gente demora a procurar um médico para nosso psicológico porque somos condicionados a sermos fortes o tempo todo. “Eu não preciso de psiquiatra, isso é médico de maluco”, “tá deprimida? Pq não vai praticar uma atividade ao ar livre?”, “não tem como controlar essa ansiedade não?”, “eu sou assim porque nasci assim”. Essas são apenas algumas das falácias que escutamos e que nos impede de procurar ajuda.

E por essa razão eu resolvi me abrir hoje. Não tem problema você procurar ajuda. Não tem problema você ter algum problema. Pode ser ansiedade, depressão, problemas de socialização, complexo de inferioridade, coração partido, dificuldade de lidar com a vida, síndrome do pânico… Se algo não está te fazendo bem procure um psicólogo, você não tem noção como é maravilhoso ter alguém para contar seus sentimentos mais íntimos que você tem vergonha de admitir até pra você mesmo e o melhor: sem julgamentos. Se for o caso procure um psiquiatra. Procure ajuda. Se eu soubesse o quanto minha qualidade de vida iria aumentar eu teria procurado ajuda há muito mais tempo.

VOCÊ NÃO É MENOS LEGAL SE PRECISA DE UM PSICÓLOGO/PSIQUIATRA.
VOCÊ NÃO É MENOS COMPETENTE SE PRECISA DE UM PSICÓLOGO/PSIQUIATRA.
VOCÊ NÃO É MENOS CAPAZ SE PRECISA DE UM PSICÓLOGO/PSIQUIATRA.
VOCÊ NÃO É FRACX SE PRECISA DE UM PSICÓLOGO/PSIQUIATRA.
VOCÊ NÃO É FRESCX SE PRECISA DE UM PSICÓLOGO/PSIQUIATRA.

Cuide de você. Só você pode cuidar de você.

Ser feliz é maravilhoso!