Como podemos ver há uma ruptura dos Partidos da Esquerda acarretando o seu enfraquecimento e…
Israel F. Silva
1

O problema que eu vejo nesta unificação dos partidos de esquerda é justamente a largura do espectro ideológico que existe. A esquerda promovida pelo PSOL, comparada a da Rede, os partidos da esquerda revolucionária e de pseudo-esquerda (o PT, principalmente) é muito diferente. Tentar unir isso tudo numa só legenda só geraria uma confusão internalizada, acredito.
O que eu acho que de fato falta, é uma capacidade de fazer política no sentido mais básico da coisa: saber sentar, encontrar os pontos em comum, e lançar uma candidatura coligada atendendo esses interesses congruentes.
Mas enquanto os partidos de esquerda continuarem idealizando uma candidatura perfeita, que vai entrar e fazer exatamente tudo o que querem sozinhos, não vamos conseguir eleger (quase) ninguém, além de abrir espaço para discursos de “vender a alma” como o PT fez na presidência.

Like what you read? Give Jorge Bernardone a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.