O que não te contaram sobre a Reforma da Previdência.
Marcelo L. Perrucci
72760

Marcelo, saudações! Li seu texto e acredito que haja alguns equívocos: O primeiro é sobre o Japão. Lá já é 65 anos sim: Recomendo ler o artigo da própria embaixada japonesa no Brasil: http://www.br.emb-japan.go.jp/cultura/previdencia.html

Outro equivoco é comparar a força de trabalho e capacidade de contribuir do Brasil e da Hungria, Turquia ou qualquer país cuja população tem uma condição social diferente da nossa. Hoje, 17% dos brasileiros estão recebendo do INSS. Será que esse dado é igual? Quantas pessoas trabalham na Hungria pra sustentar um aposentado? Usar a expectativa de vida como indicador é um erro já que nosso sistema de previdência é como um barril cujo centro são os trabalhadores e o topo os nativivos. Em 30 anos quantos dos nativivos hoje vão trabalhar com esse modelo para sustentar 1 aposentado?

Sua análise é interessante e o parabenizo por ela (afinal é um ponto de vista), mas precisamos entender que uma reforma é necessária, não nos moldes atuais, mas é necessária. Ainda acho que o maior erro é tentar analisar com viés político, mas é uma opinião! Abraço.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Jorge Dias’s story.