Minha vida é uma novela

Literalmente

Dias atrás fiz uma pergunta no Facebook sobre escrever no Medium. Queria saber se as pessoas preferiam ler textos por aqui ou em blogs “normais” — Wordpress, Blogspot,...

Um dos comentários que fiz foi o de que nunca consegui me decidir entre mudar do Wordpress pra cá. Amo ler textos no Medium, conhecer novos autores, e acho incrível a praticidade pra escrever algo aqui. Mas adoro a possibilidade de fazer um blog com design diferenciado, cores, layouts, fontes e etc — apesar de que meu blog nem é lá essas coisas, mas tudo bem né.

Refletindo sobre isso, percebi que realmente sou uma pessoa indecisa — algo que já sabia há anos.

Short azul ou cinza?

Todo dia — ou quase todo dia que faz sol — vou pra academia cedo (tipo 05h30 da manhã).

Logo após o banho vem a decisão: short azul ou cinza pra ir pra academia?

Sim amigos, eu fico indeciso com a cor do short que vou pra academia — e olha que os shorts são do mesmo modelo já pra não ter problema (risos).

Algo na minha mente faz qualquer escolha ser uma grande decisão. Pode ser desde um simples short pra academia a até a contratação de uma pessoa pra minha empresa.

Decisões envolvem opções de escolha que podem ter resultados diferentes.

Quem quer tomar uma decisão errada? Ninguém!

E é com esse pensamento de não errar na decisão que fico mais noiado ainda.

Confesso que tenho trabalhado arduamente para mudar isso, afinal a vida da gente é feita de decisões: escolher acordar agora ou dormir mais um pouco; escolher escrever um texto ou assistir um seriado na Netflix (#dilema). E por aí vai.

No entanto, o receio de ter que arcar com consequências negativas acaba te travando. Uma decisão que era pra ser tomada em 10 segundos, demora 2 dias.

Tá! Mas e daí?

E daí que depois de perceber o quão ridículo o processo de decisão, às vezes, pode ser, é preciso decidir.

Por isso, decidi tentar criar um novo método de escolha: uma decisão não pode passar mais de 1 dia pra ser tomada — 1 dia porque o processo de se adaptar ao novo hábito é lento (risos).



Assim que surgir um momento de decisão no dia, essa decisão não poderá ser tomada no dia seginte — salvo em momentos que a decisão dependa da resposta e interação de outras pessoas, as quais não tenho controle.

Se isso vai dar certo eu não sei. Só sei que vai ser uma experiência desafiadora e interessante.

Quem quiser adotar essa prática, comenta depois os resultados.

O objetivo desse texto é mostrar que às vezes gastamos tempo e energia com coisas desnecessárias, pensando em variáveis que nem vão causar impactos significativos nas nossas vidas — principalmente pessoas ansiosas como eu.

Então, tente simplificar a vida e deixe de transformar tudo em novela. As coisas não são tão complexas como você imagina. ;)

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.