Para recordar

Neste 18 de outubro o artista gráfico Ricardo Viveiros de Paula Filho faria 46 anos de idade.

Vítima de um motorista irresponsável, Ricardo Filho foi assassinado, aos 26 anos, em um desastre nas ruas de São Paulo. Morreu com ele sua filha caçula, minha neta Mariana, com apenas sete meses de vida.

Está vivo em nossos corações e mentes o sorriso franco de Ricardo Filho, um homem plenamente feliz e que amava a vida no seu todo. Um criador que ilustrava jornais, revistas e livros com a certeza de que o saber é a base para formar um povo educado e culto. Portanto, livre como ele sempre foi.

No seu aniversário, meu filho, celebramos a feliz certeza de que saudade é um sentimento bom. A oportunidade de, entendendo que perder e ganhar é parte do existir, fechar os olhos no sonho da eternidade com a esperança do amor.

Um beijo do

Papai.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.