Jaderson Soares Santana e Eliezer — Reprodução facebook

IDENTIFICADOS DOIS DOS TRÊS COVARDES QUE AGREDIRAM UMA MULHER NA PAULISTA NESTE DOMINGO (7/4)

Jornalistas Livres
Apr 9, 2019 · 3 min read

Por Laura Capriglione, dos Jornalistas Livres

Na primeira foto desta reportagem, à esquerda, vê-se Jaderson Soares Santana. À direita, o companheiro dele, Eliezer. Ambos atacaram uma mulher que ousou atravessar uma manifestação na avenida Paulista, que reunia apoiadores de Jair Bolsonaro, neste domingo (7/4). Por ter criticado Bolsonaro e Sergio Moro, ela foi imobilizada e enforcada pelos corajosos machões.

Aqui a foto da agressão:

Homens atacam mulher na avenida Paulista, durante ato pró-Bolsonaro — Foto de Jardiel Carvalho

Nesta foto, Janderson é o que está de óculos e camisa branca; Eliezer, musculoso, veste uma camisa polo azul arroxeada.

A polícia, que a tudo assistiu, só resolveu intervir depois que aplicaram nela o golpe chamado “mata leão”.

Jaderson Soares Santana é mestre em Literatura e Crítica Literária pela PUC de São Paulo. Trabalha no TRF-3, como analista judiciário (oficial de justiça). Em sua dissertação de mestrado, intitulada “As marcas do autor em O Ano da morte de Ricardo Reis”, apresentada em 2016, Jaderson dedicou o trabalho:

“A Eliezer, meu companheiro, e aos meus três filhos que dividem seu dia a dia conosco”.

Estudantes da PUC que conviveram com o casal reconheceram Eliezer como o homem transtornado que cai no chão da Paulista e depois se lança contra a mulher, até agora não identificada.

Com a péssima repercussão da agressão dos machões contra a mulher, a página de Jaderson Soares Santana no facebook começou a ser bombardeada por pessoas que o reconheceram nas fotos e vídeos divulgados.

Um colega de estudos perguntava-lhe: “Jaderson, você se reconhece nesta imagem?” e postou uma foto, a mesma que você pode ver neste post.

Jaderson Soares Santana, que no facebook identificava-se apenas como Jaderson Santana, postava inúmeras mensagens de apoio a Sergio Moro, a Jair Bolsonaro e a movimentos de extrema direita. Corajoso (SQN), ele foi incapaz de dar conta do fato de ter sido descoberto como agressor de mulheres. Tentou mudar o nome para “Paulo Mores” e, por fim, deletou a página.

Estamos ainda atrás do terceiro agressor, o homem de blusa cor de salmão, que dá a gravata na mulher. Vc o conhece, tem informações sobre ele? Também estamos em busca de contato com a jovem que foi atacada pelo brutamontes. Por favor, quem tiver informações sobre esse caso, envie para nosso email: jornalistaslivres@gmail.com.

Manteremos sigilo sobre a origem das informações.

NÃO PODEMOS PERMITIR QUE UMA MULHER SEJA ATACADA DESSA FORMA COVARDE E QUE OS AGRESSORES ESCONDAM-SE NO ANONIMATO! NOIX!

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade