Por que eu não faço faculdade?
Kande Bonfim
36525

Não leve o que eu digo como algo pessoal, pense que é uma reflexão geral onde você provavelmente se encaixa no papel.

Visão de alguém que gostou da faculdade:

Vejo sua chateação com o ensino superior brasileiro como algo válido. Mas ao invés de ficar de mimimi e achando desculpas para as suas falhas, eu pergunto: Por que você simplesmente não faz a faculdade ser do seu jeito?

É muito fácil reclamar, difícil mesmo é achar uma solução. E é isso que profissionais fazem, acham soluções; independente do tipo de profissional.

Já pensou que você esteja criando desculpas para fazer só aquilo que lhe convém, a matéria que lhe convém, no dia que lhe convém e da maneira que lhe convém?

Mas o mercado de trabalho e a vida não são assim. Hoje tenho minha própria empresa e digo, não é o que você acha que é. Trabalho sábados, domingos e feriados. Não adianta querer moldar o mundo sem antes provar que você é capaz, não tem cerveja grátis. A vida é complexa e sem regras, as regras são definidas pela sociedade, mas podem ser quebradas a qualquer momento basta um trem desgovernado, um motorista bêbado ou o acaso.

Hoje, vejo meu tempo de faculdade como um laboratório para a vida profissional. Onde você pode errar, aprendar, consertar e tentar de novo. Tudo era mais simples, o fato de tirar um 6 ou faltar uma aula esporadicamente não traria um impacto negativo ao meu futuro.

Já no mercado, um trabalho mal feito ou um compromisso não cumprido, afetam diretamente sua vida profissional.

Vá para a faculdade, aprenda com os professores, aprenda sozinho, divirta-se, erre, acerte, prepare-se e pare de ficar pensando no e se.

Seu aprendizado não irá parar na faculdade. Mas ela pode dar a base necessária para você aprender mais rápido tudo aquilo que quer aprender no futuro.

Se você é bom o suficiente para falar que a faculdade não é lá essas coisas, deve ser bom o suficiente para provar isso; e a maneira mais simples de provar é ir lá e destruir todas as barreiras que colocam na tua frente. Detalhe, isso é o que mais importa, o diploma é um troféu.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated José Augusto Martins’s story.