Sobre sensações futuras.

Dizem por aí que aprendemos com nossos erros, pois é, estão certos. Queria que estivessem errados? É óbvio que queria. Afinal, quem em sã consciência quer passar por um tremendo problema na vida para que possa aprender? Já que esse problema sempre vem carregado de não só um, mas de vários problemas, noites sem dormir e sensações físicas são apenas alguns.

Essa espécie de ritual de passagem se repete em todos os campos da nossa vida, desde nossos primeiros passos, até em nossas relações amorosas. Afinal, antes de ficar de pé, precisamos perder o equilíbrio para aprender a andar.

Talvez seja uma falha minha comparar o andar com o amar, mas talvez não. Afinal, aprendemos a andar mas não sabemos realmente como amar. Mas mesmo sabendo andar, tropeçamos e são esses tropeços que nos fazem prestar mais atenção nos detalhes, assim como no amor, em que tropeçamos e ao levantar prestamos atenção no caminho que trilhamos.

Esses erros nos levam a sensações futuras, afinal, ao errar e perceber o erro, simulamos uma vida e reações que esperamos após passar por tais problemas.

Dirigir por uma estrada lisa parece ser mais atrativo, mas é a estrada mal asfaltada e sinuosa que nos faz ser mais atencioso para que possamos chegar ao nosso destino em paz.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated José Henrique’s story.