Não é você que tem que correr atrás do dinheiro, é ele que tem que correr atrás de você. “Construa e ele virá” !

Construa e ele virá !

Desde que comecei com o trabalho de divulgação do meu personagem, o GEPLANUS (Gerente de projeto), tenho conversado com muita gente, sobre minhas intenções com o projeto, onde tenho ido, os eventos que tenho participado, palestras que tenho dado e eventualmente surgem as perguntas:

Quanto te pagaram ?
O que você vai ganhar com isso ?
Mas, você palestrou de graça ?
Você não cobrou nada ?

Entendo os motivos das perguntas, já que vivemos num mundo onde o dinheiro é indispensável e em última instância, qualquer tipo de negócio objetiva ganhar dinheiro.

Mas, e se houver outros ganhos que não necessariamente dinheiro ?

No início fiz um planejamento, mapeei alguns aliados, defini segmentos de mercado que atacaria, ícones e pessoas influentes em suas áreas de atuação e comecei os contatos. Criei muita expectativa, mas muita mesmo, principalmente relacionada a familiares e amigos próximos, algumas decepções e outras surpresas.

Contatei mentores e investidores anjo (na esperança que agissem como tal e até recebi consultoria gratuita via whatsapp) e cheguei a conclusão que os investidores precisam tirar os olhos de aplicativos e tecnologia da informação, há muitas outras opções no mercado.

No início as decepções e os “não” me abatiam sensivelmente, no entanto, com o passar do tempo eu passei a praticar…a EMPATIA.

Tentar imaginar o outro e me colocar no lugar dele e compreender o porque de ter ou não dado atenção ao que eu tinha a dizer. Em tempos de comunicação por redes sociais, fria, muito fria e às vezes sem critério, nunca se sabe como o outro recebeu a informação, se estava num bom dia ou se passava por algum tipo de problema ou ainda porque simplesmente não se interessou. E o “não”, começou a ter menos importância.

Mas, o mais interessante é que a ajuda começou a vir de onde eu menos esperava e dos mais remotos lugares. Dei ênfase a…GENTILEZA…e…

GENTILEZA gera GENTILEZA

E na prática dessa gentileza, aprendi a conseguir muita coisa sem dinheiro, eu tinha apenas um plano e muita vontade. Porém, como alcançaria meu objetivo sem ter que pagar em moedas por isso ?. Lembrei que possuía uma qualificação profissional, comecei a aprender muitas coisas novas e a medida que aprendia compartilhava e quanto mais compartilhava, mais recebia em troca. E sem dinheiro, passei a utilizar o…ESCAMBO.

Escambo — Troca de bens ou serviços sem uso de moeda. Fonte: Michaelis

Uma palestra gratuita, pode lhe abrir portas e dar uma visibilidade inimaginável e novos amigos. E amigos ajudam amigos e torcem por eles. Uma gentileza pode lhe dar em troca atitudes e palavras que valem muito mais do que dinheiro.

Continue, não pare !

E vocês não imaginam o quanto isso motiva e faz bem.

A empatia pode evitar conflitos, com os quais você não tem nada a ganhar e isso evita o gasto de energia desnecessariamente.

E a cada encontro, a cada conversa, seja presencial ou outro meio de comunicação qualquer, eu tirava o foco do dinheiro totalmente.

Não olhe as pessoas como se fossem um cifrão.

No começo de tudo eu procurava as pessoas para apresentar o meu trabalho, porém estou chegando num ponto em que está começando a acontecer o contrário.

Portanto, para quem está começando, foque:

No que você é bom
No bem, ele é extremamente contagioso e não tem cura. Ainda bem.
No prazer de realizar o seu sonho
Em ser humano e agir como um, afinal você é um mesmo

Assista o filme Campo dos sonhos.

Construa e ele virá !

Grande abraço.