O que não te contaram sobre a Reforma da Previdência.
Marcelo L. Perrucci
78560

A elevada mortalidade infantil no Brasil faz com que o número de expectativa de vida seja uma métrica muito traiçoeira para a discussão previdenciária. O que interessa para a previdência é quantas pessoas vão chegar a idade de aposentadoria e quanto anos adicionais vão viver recebendo benefícios. Olhando essa métrica as diferenças caem drasticamente: expectativa de sobrevida quando se chega aos 60 anos na Europa é de 22 anos, enquanto no Brasil é de 21!

Já a analise do HALE também parece inócua, dado que alguém que tenha Alzheimer aos 76 e viva até os 82 vai passar todos esses anos recebendo aposentadoria da mesma forma. Pode ser que a sociedade opte por melhorar a qualidade de vida das pessoas com doenças graves no fim da vida, no entanto isso de maneira alguma pertence ao assunto previdência.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.