A quebra da quarta parede
Melhor do que assistir, sem dúvida, é participar!

Por Rodrigo Mendes

Para falar sobre a quebra propriamente dita, é necessário falar um pouco sobre um outra expressão com a palavra ‘parede’ que você certamente já cansou de ouvir. Ao contrário do que muita gente pensa, o famoso “entre quatro paredes” nada tem a ver com a vida secreta dos cônjuges, viu?

A expressão surgiu do palco do teatro, local cercado por três paredes laterais uma parede imaginária na frente que separa o mundo fictício do espectador. Não se sabe ao certo quando o termo começou a ser usado, mas o primeiro a coloca-lo em evidência foi o escritor e filósofo francês Denis Diderot, em uma das primeiras enciclopédias do mundo, a Encyclopédie.

Se pararmos para filosofar, de certo modo a expressão entre quatro paredes do imaginário popular tem o mesmo significado do jargão do mundo teatral, concorda? Afinal, nos dois casos, não podemos participar e opinar neste mundo paralelo que está acontecendo dentro das ‘quatro paredes’.

Sem mais delongas, acho que você veio aqui para saber que diabos é a quebra da quarta parede, não é mesmo? Pois ela nada mais é do que a quebra da parede imaginária que te separa do mundo que até então você não fazia parte. Ela é ruptura daquela linha invisível que fica entre você e o espetáculo. Se antes você era convidado apenas a assistir, agora o personagem te chama para dentro da história.

A apesar de ter tido sua origem também no teatro, a técnica ficou muito famosa no cinema. Para entender melhor, um bom exemplo de quebra da quarta parede é quando o personagem Frank Underwood do seriado House of Cards fala diretamente com você olhando para a câmera, te colocando como cúmplice da trama.

Se você acha que este recurso é novidade, você se engana. Esta saída narrativa é mais velha que do que Pernalonga — que por sinal é um outro personagem que usou e abusou deste recurso para te trazer pra perto da história.

Talvez uma das maiores graças desta técnica seja te tirar da posição de voyeur, e te colocar dentro na situação, te envolvendo e te fazendo ser parte da história.

Confira esta vídeo que mostra 400 momentos da história do cinema que quebraram a quarta parede. Afinal, como dizem no cinema, uma imagem vale mais do que mil palavras:

https://vimeo.com/129072973