Layoutezinho gera resultadozinho

Estava organizando meus materiais para abastecer o blog e me lembrei de um artigo que escrevi há bastante tempo, no começo da faculdade. Faz mais de 15 anos mas continua extremamente atual. Na época, eu imaginava ser um designer de sucesso. Já tinha feito alguns trabalhinhos bacanas para empresas de amigos, já tinha passado por um pequeno grande estúdio de artes voltado para a educação, da Beth Kok, além de ser filho de um grande artista gráfico, que me ensina mta coisa. O mundo deu suas voltas (não é mesmo?) e hj eu tb trabalho com diversas áreas da comunicação e do marketing, mas a mão no mouse continua firme: criações praticamente diárias para clientes da NRP, constantes para a NetPlus e com boa frequência no Estúdio Reis, onde posso fazer uma das atividades criativas que mais gosto: capas de livros.

Mas voltando ao artigo, vejam como continua atual, apesar de ter sido escrito por um chófem de 17 anos.

Sim, a imagem é de banco de imagens de propósito!

Lá vem bronca. Não se assustem, não é com vcs! É só não entrar na onda de pedir layoutezinho, ok? (-;
Desde que entrei na área da comunicação, ouço pessoas falando que precisam de um layoutezinho pra alguma coisa. Não só clientes, mas gente de agência também. Às vezes, até dá pra fazer um layoutezinho pra um cartãozinho, um convitinho. Algo simples. Mas já ouvi pedirem layoutezinho pra peças publicitárias, logomarcas, ideias.
Não existe coisa assim. Layoutezinho gera resultadozinho. Quando uma agência de publicidade se propôe a desenvolver um projeto, a ter ideias, a estudar soluções, ela está disposta a ir a fundo na questão. Vai fazer pesquisas, pensar em resultados, aplicar conceitos, trocar ordens. Esse é o serviço da agência. Pedir para uma agência de publicidade fazer um layoutezinho é o mesmo que pedir para um dentista fazer uma restauraçãozinha. Um engenheiro projetar um condominiozinho. Um chef de cozinha fazer um lanchinho. Uma agência faz muito mais do que isso.
Os empresários (e seus departamentos de marketing) podem usar e abusar da agência. Você já viu alguma empresa de sucesso ter uma logomarcazinha ou logotipinho? Talvez um anunciozinho. Quem saber uma ideiazinha? Possivelmente pela diversidade de áreas de conhecimento das pessoas nas agências, os resultados podem ser maiores do que o esperado. É só ter as informações e deixar a imaginação correr com o conhecimento.

Já era marrento, né? Imaginem como isso piorou com o tempo!

Abraços e até o próximo artigo!

Like what you read? Give Pedro Japiassu Reis a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.