Para que (e a quem) serve o atual jornalismo de games brasileiro?
Felipe Pepe
90456

Como jornalista formado, gostei da reflexão. Acho que falta isso na questão do jornalismo de games. E isso não se aplica nem somente ao jornalismo de games brasileiro, mas a existência do jornalismo de games como um todo é como uma espécie de assessoria terceirizada, visto que há uma inter-relação exagerada entre a indústria e esse mesmo jornalismo, que existe justamente em detrimento dessa mesma indústria que precisa desse jornalismo como uma forma de facilitar a divulgação de uma maneira massificada.

Meu TCC foi justamente uma monografia sobre jornalismo de games e o uma das perguntas-problema foi justamente com o fato de pouquíssima gente questioná-lo, levando em questão dúvidas do porquê de isso acontecer. Fico feliz de que esse panorama está mudando aos poucos. Existe bibliografia sobre jornalismo e games na questão dos newsgames, mas pouco se fala de games como objeto de cobertura.

Like what you read? Give João Pedro Boaventura a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.