EIS A QUESTÃO

Jp Santsil
Dec 14, 2019 · 3 min read

Ser humano
Ser sexual
Ser social
Ser pensante
Ser político
Ser dominante

O que é preciso ser para viver como um ser-humano?

Ser sexual?
Ser social?
Ser pensante?
Ser político?
Ser dominante?

Ou melhor!
O que é preciso ter para ser um ser-humano?

Ter sexualidade
E ter um símbolo sexual?
Ter sociedade
E dividi-la em duas classes?
Ter pensamento
E só usá-lo para o entretenimento?
Ter política
E fazer do povo suas vítimas?
Ter liderança
Através das destruições e matanças?

Ter… ser… ser… ter

Ter é ser? Ser é ter?
Ou será que é preciso ter para ser e ser para viver
Quem sabe é o contrário
Ser para ter e ter para viver

Ser ou ter? Eis a questão

Eu sou um ser-humano
Me deram um nome e isso é pouco

O que é preciso ter para finalmente ser e viver como um ser-humano?

Sou um ser pensante, político e dominante
Sou em ser sexual, afetivo e emocional
Portanto, sou um ser-humano
Tenho que ter mulher, filhos, pais e amigos
Tenho que ter família e viver em sociedade
Se o fundamental é ter para ser
Significa que vivo para ter

Sempre querendo ter
Sempre tentando ser
E nunca estando satisfeito em apenas viver
Só satisfeito em ter para finalmente ser

Ter e ser mais e mais… mais e mais… mais e mais…

Ser o quê? Ter o quê?
Algo ou alguém
Ter o quê? Para quê?
Para dizer que tem

Ser ou ter?
Eis a questão!

Trabalhei duro durante toda a minha vida
Oito horas, sete dias por semana
Sol a sol, debaixo de chuva, passo a passo, pouco a pouco
Batalhei e economizei e hoje estou aposentado
Comprei um celular, mesmo não tendo ninguém para me ligar
Abri uma poupança para quando meu neto for casar
Vi na vitrine aquele terno que estava na moda
Aproveitei a promoção que era só naquela loja
Estava em 20X no cheque ou no cartão
Aquele era o grande dia! O dia da liquidação
Comprei um carro, um apartamento e uma luxuosa cama
Paguei prestação durante toda minha vida, vivo graças a grana!
Lembrei sempre das datas para demonstrar o meu Amor
Dias dos pais, dias dos namorados, tantos dias… tanto dinheiro me levou
Hoje com setenta anos posso finalmente julgar que levei uma vida feliz
Apesar de tanto esforço, muito trabalho… fui dono do meu nariz
Hoje bebo a Nº 1 e sinto a emoção de viver bebendo a PRETINHA
Escovo os dentes com o SORRISO REFRESCANTE do creme dental
Fumo a LIBERDADE E ADRENALINA DE ESCALAR UMA MONTANHA
Tomo banho com o sabonete da MUSA DA NOVELA
Negociei meus pecados com Deus com dízimos e encomendando novenas
Comprei um belo caixão que futuramente será minha nova estadia
Nele dormirei tranquilo, morrerei sem dívidas que ALEGRIA!
E o que sou hoje é o fundamental para sentir
Que finalmente cumpri minha missão sobre à terra sendo um TER-HUMANO.

Ou seria SER-HUMANO?

Tanto faz, qual a questão?

Vou consumindo
Vou pagando
Vou gastando
Vou negociando
Vou poupando
Vou economizando
Vou emprestando
Vou comprando

Written by

Onde me manifesto… sou como o entardecer, onde o vento passa ao silêncio da morte e as árvores vibram ao ver passar. Se não me manifesto… no nada tudo serei.

More From Medium

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade