Às 4:49 da madrugada, quis ser escritora
Estela Rosa
504

Poxa, que coisa boa de ler! Muito bom essa estrutura de misturar a leitura do cotidiano com questões sensíveis e profundas: a passagem do tempo, a necessidade de manter uma rotina no sono, as luzes da cidade, a própria rotina. Entre escrever e pensar a respeito, pode não parecer para algumas pessoas, mas demanda tempo, habilidade, pesquisa ou até mesmo somente o silêncio. Conciliar isso “tudo ao mesmo tempo agora” de fato é um desafio.

E você imprimiu uma sensibilidade quase poética ao texto que poderia ser crônica, mas conversa com a prosa e apresenta reflexões profundas. Se de alguma vale: adorei sua escrita!

Continue nos dando esse presente nos intervalos “que a materialidade” do dia a dia te permitir.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Jessica Luana Castro’s story.